quarta-feira, 13 de maio de 2009

The Vigneli Canon



Um dos maiores designers da história, Massimo Vignelli lançou The Vigneli Canon (Pdf), um livro que fala de design gráfico, processos, metodologias, conceitos num bom projecto gráfico.
Recheado de opiniões ácidas, como quando ele (um modernista praticante) afirma que o design pós-moderno representa a confusão e o caos e que um bom designer só precisa de um punhado de fontes: Garamond, Bodoni, Century Expanded, Futura, Times Roman e obviamente a Helvetica.
O livro é ilustrado e parece-me ser um manifesto em favor da ordem, da hierarquia e da estabilidade. Alguns criticam a utilização de grelhas e a unidade tipográfica de Vignelli, mas no seu portfolio, que conta com clientes como American Airlines, Benneton, metro de NY, entre outros, fala por si.

"Eu gosto de fazer design para ser semanticamente correto, sintaticamente consistente e pragmaticamente compreensível. Eu gosto de fazer para ser visualmente poderoso, intelectualmente elegante e acima de tudo eterno."
(Massimo Vignelli — designer, italiano)

Sem comentários:

Publicar um comentário